Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gentesdoarcodebasto

Blog de Genealogia

Gentesdoarcodebasto

Blog de Genealogia

ASCENDÊNCIA DE DELFINO LUÍS DE CARVALHO (meu avô)

IMG_20160324_032235.jpg

 

1º RAMO

 

I - PEDRO BRANDÃO BORGES [1] que teve uma filha de nome ANTÓNIA DE LEÃO, que segue.

 

Soveral (1998) refere que Francisco Brandão Borges é “morador em Paço de Sousa, que teve carta de armas a 26.4.1584 para Brandão e Borges, com um cardo de prata florido de verde por diferença, onde consta como filho de Pedro Brandão Borges e neto de Pedro Brandão e sua mulher Maria Borges. Aquele Francisco Brandão Borges aparece no Tombo de Paço de Sousa de 1594 como Francisco Brandão, com sua mulher Maria da Fonseca, moradores no Casal de Borbedes, em Paço de Souza, prazo que ele trazia do dito mosteiro em 3ª .”.

 

II - ANTÓNIA DE LEÃO casou antes de 1622 com DIOGO DE BARBOSA, possivelmente em Fonte Arcada, onde faleceu em 3/7/1668 e tiveram os seguintes filhos:

2.1. ESCOLÁSTICA  BRANDÃO (BARBOSA), que segue.

2.2. FRANCISCO - Batizado em Fonte Arcada a 15/04/1622.

2.3. ANTÓNIA - Batizada em Fonte Arcada a 09/03/1636.

2.4. FRANCISCO BARBOSA BRANDÃO - Batizado em Fonte Arcada a 06/04/1627.

2.5. ANA - Batizada em Fonte Arcada a 30/09/1640.

2.6. JOÃO BRANDÃO - casou em Fonte Arcada a 03-03-1647 com MARIA RODRIGUES. Maria Rodrigues é filha de DOMINGOS ROIZ e de MARIA SILVESTRE.

2.7. JOÃO BRANDÃO - casou em Paço de Sousa a 18/11/1647 com MARIA GOMES FONSECA. Maria Gomes Fonseca é filha de ANDRÉ GOMES e de MARIA FONSECA que faleceu em Paço de Sousa a 18/11/1644.

 

III -  ESCOLÁSTICA  BRANDÃO (BARBOSA) - batizada em Fonte Arcada a 25/07/1623 e faleceu na dita freguesia a 23/07/1685 (deixou testamento) - Casou a 10/02/1643 em Fonte Arcada com VICENTE ÁLVARES [5] natural da freguesia de Antelagar, Paço de Sousa.

 

3.1. ANTÓNIO - batizado em Paço Sousa a 09/01/1650.

3.2. JERÓNIMO BRANDÃO batizado em Paço Sousa a 29/01/1658. 

3.3. LOURENÇO BRANDÃO casou a 1ª vez, em Paço de Sousa, com ESCOLÁSTICA  SOARES a 31-01-1690  (filha de PEDRO FERNANDES e de ANA SOARES, ambos naturais de Paço Sousa) e uma 2ª vez, em Paço Sousa, com ESCOLÁSTICA  RODRIGUES a 24-05-1698 (filha de BENTO RODRIGUES e de MARIA ANTÓNIA, ambos naturais do Lugar de Cadeade).

3.4. BENTO - 

3.5. ESCOLÁSTICA BRANDOA - batizada em Paço Sousa a 24/07/1661. Casou com Bento Gonçalves a 13-11-1690 em Paço Sousa. BENTO GONÇALVES é filho de ANDRÉ JOÃO e de MARIA GONÇALVEs  (naturais da freguesia de Samil). Foram padrinhos de baptismo de ESCOLÁSTICA BRANDOAPANTALIÃO ALVARES e ESCOLÁSTICA filha de JERÓNIMO DE MIRANDA. Escolástica Brandoa vivia em Antelagar (ver baptismo do filho Maria). 

3.6. ANTÓNIA BRANDOA - batizada em Paço Sousa a 12/03/1667 e casou com ANTÓNIO GONÇALVES a 12-08-1694 em Paço Sousa. ANTÓNIO GONÇALVES é irmão de BENTO GONÇALVES esposo de sua Irmã ESCOLÁSTICA BRANDOA.

 

3.7. CATARINA BRANDOA -  Batizada, a 17/05/1655, em Paço de Sousa. Casou a 1ª vez, em Paço de Sousa, com Manuel Carvalho a 14 / 11 / 1682 (filho de Domingos Francisco e de Maria Fernandes ou Domingas Carvalha, ambos naturais de S. Tiago - Braga) e uma 2ª vez, em Paço Sousa, com André Barbosa a 30 / 10 / 1700 (filho de João Fernandes e de Maria Olival, ambos naturais Sta. Maria Sardoura - Lamego).

3.8. MANUEL SOUSA - Batizado em Paço Sousa a 05/06/1646. Casou com Catarina Sousa a 07-03-1666 em Paço Sousa. Catarina Sousa é filha de António Ribeiro e de Luzia Sousa.

3.9. BENTO ALVARES - Batizada em Paço Sousa a 15/03/1648 e casou com Escolástica Sousa a 25-04-1677 em Paço Sousa. Escolástica Sousa é filha de Manuel Costa e de Maria Sousa, ambos naturais de Paço de Sousa.

3.10. MARIA BRANDÃO (BRANDOA)  - Faleceu a 21-02-1687 em Paço de Sousa. Casou, em Paço de Sousa, com Manuel Ferras/Alvares, de Antelagar, a 07-05-1673. Manuel Ferras casou uma 2ª vez a 01-06-1687 com Catarina Macedo.

 3.11. FRANCISCO BRANDÃO, que segue.

 

IV - FRANCISCO BRANDÃO

Casou duas vezesA primeira em Cavez a 04-11-1671 com Filipa Andrade  (filha de João Andrade e de Catarina Macedo) e segunda no Arco de Baúlhe a 25-11-1675 com Mariana SilvaMariana Silva é filha Domingos Lourenço[7] e de Margarida Silva os quais casaram a 19-04-1646 no Arco de Baúlhe, de onde são naturais. Mariana Silva é neta paterna de Amaro Lourenço [8] e de Catarina Francisca e materna de Bartolomeu Francisco [9]  e de Domingas Francisca.

 

4.1. (a) Maria  (ou Mariana?) Andrade  –  Casou com Pedro Vilela a 2 / 9 / 1702 em Pedraça. Pedro Vilela é filho de João André e de Madalena Gonçalves.

4.2. (b)  António Silva Brandão  – Baptizado a 01/08/1678[10]Casou a 01-07-1697, em Cavez, com Maria Antunes  (natural da freguesia de Moimenta).

4.3. (b)  Feliciano da Silva Brandão   – Batizado, a 27/02/1680, no Arco de Baúlhe. Casou com Mariana Ribeiro (natural da freguesia do Arco de Baúlhe) a 23-07-1714 em Pedraça. Mariana Ribeiro é filha de Gregário Ribeiro e de Joana Francisca (natural da freguesia do Arco de Baúlhe). Tiveram uma filha, de nome Luísa Ribeira da Silva que casou com Gregório Rodrigues a 12 / 7 / 1729 em Pedraça. Gregório Rodrigues é filho de António Rodrigues e de Paula Pereira.

4.4. (b)  Francisco da Silva Brandão[11] – Baptizado, a 10/09/1685, no Arco de Baúlhe.

4.5. (b)  PEDRO SILVA BRANDÃO, que segue.

 

 V - PEDRO SILVA BRANDÃO

Pedro Silva Brandão casou duas vezes e faleceu no Arco de Baúlhe a 9/08/1766. Casou, no Arco de Baúlhe, com Margarida Leite Pereira a 28-07-1714. Margarida Leite Pereira  (baptizada a 5/07/1693 no Arco de Baúlhe)  é filha de Bento Rebelo Leite [12] e de Senhorinha Francisca Pereira, ambos naturais de Pedraça-Cabeceiras Basto. Margarida Leite Pereira é neta paterna de Calixto Rebelo [13] e de Maria Magalhães e materna de João Gonçalves e de Maria Francisca ou Pereira.

5.1. Maria da Cruz Leite  – Batizada a 02/05/1717 no Arco de Baúlhe. Casou com Francisco Mendes Ribeiro a 11-03-1747 no Arco de Baúlhe. Francisco Mendes Ribeiro é filho de João Mendes e de Luísa Ribeira (natural da freguesia de São Sebastião de Paços???).

5.2. Esperança Maria Leite  – Batizada a 07/03/1723 no Arco de Baúlhe. Casou com Bento da Costa Machado[14] a 7 -05-1748 no Arco de Baúlhe. Bento da Costa Machado é filho de Bento da Costa e de Senhorinha Leite.

5.3. Nuno Silva Brandão  – Batizado a 04/09/1720 no Arco de Baúlhe. Casou com Senhorinha Ribeira  (natural da freguesia do Arco de Baúlhe) a 16-08-1745 no Arco de Baúlhe. Senhorinha Ribeira é filha de Pedro Borges e Isabel Ribeira (ambos naturais do Arco de Baúlhe). Nuno Silva Brandão e Senhorinha Ribeira tiveram um filho de nome Manuel Joaquim  (natural da freguesia do Arco de Baúlhe) e baptizado a 04/08/1746.

5.4. João Leite que é filho natural da freguesia de Pedro da Silva Brandão e Maria Leite[15]Casou com Maria da Costa[16] a 4-05-1753 no Arco de Baúlhe.

5.5. Rosa Maria  – baptizada a 05/04/1733 no Arco de Baúlhe.

5.6. Constantino Silva Brandão  – casou com Maria Natália a 11-10-1749 no Arco de Baúlhe. Maria Natália é filha de Manuel Ferreira e de Isabel da Costa.

5.7. Senhorinha Leite  –  casou com Alexandre Ferreira a 7-02-1750 no Arco de Baúlhe. Alexandre Ferreira é irmão de Maria Natália mulher de Constantino Silva Brandão (imediatamente acima).

 

Pedro Silva Brandão (número V deste post) teve uma filha de INOCÊNCIA (Solteira).

5.1. b) SENHORINHA SILVA, que segue.

 

 2º RAMO

 

VI - SENHORINHA SILVA

Senhorinha da Silva (batizada a 07/08/1716 no Arco de Baúlhe) é filha de Inocência  (natural da freguesia Cabeceiras Basto-Aja ou Baúlhe) e de Pedro Silva Brandão (número V deste post) .

Senhorinha da Silva era filha natural de Pedro da Silva Brandão e de Inocência, conforme se pode verificar no seu assento de casamento. Casou com MANUEL ANDRADE  (natural da freguesia do Arco de Baúlhe e batizado a 26/01/1716) era filho de BENTO MENDES e de ANA ANDRADE [17].

6.1. JERÓNIMO ANDRADE BRANDÃO - Batizado em Pedraça a 27/05/1759. Casou duas vezesA primeira no Arco de Baúlhe, no dia 19-11-1781, com Isabel Silva Pereira[18]filha de Rodrigo Pereira e de Maria Silvaneta paterna Nuno Silva e de Jerónima Costa e, materna de João Pires e Ana Francisca, todos da freguesia do Arco de Baúlhe. A segunda vez em Cavez, no dia 18-03-1822, com Ana Joaquina Maria Pereira Brandão[19]filha de José António Pereira Brandão[20] e de Genoveva Teresa, ambos naturais de Cavez.

José António Pereira Brandão é filho de Francisco Pereira Mendes que casou (a 22-04-1751 em Cavez) com Luísa Maria Brandão.

6.2. FRANCISCO ANDRADE (SILVA) - Casou no Arco de Baúlhe com Teresa Pereira[21].

6.3. ANTÓNIA SILVA - Batizada no Arco de Baúlhe e casou com Manuel José PimentaManuel José Pimenta era filho de José Pimenta[22] e de Isabel Moura, ambos naturais do Arco de Baúlhe. Manuel José Pimenta e Antónia Silva tiveram uma filha, de nome Maria baptizada a 28 / 02 / 1770 no Arco de Baúlhe.

6.4. Antónia Teresa - Batizada, a 16/01/1747, no Arco de Baúlhe.

5.5. Helena Maria - Batizada, a 14/10/1749, no Arco de Baúlhe.

6.6. Nuno Silva Brandão - Nuno Silva Brandão batizado, no Arco de Baúlhe, a 06/01/1743. Casou com Maria Rodrigues a 05-05-1762 no Arco de Baúlhe.

 Maria Rodrigues é filha de Francisco Carvalho e de Gertrudes Rodrigues

6.7.  José Andrade Silva Brandão, que segue.

 

 VII - JOSÉ ANDRADE SILVA BRANDÃO

José Andrade Silva Brandão batizado, a 13/02/1741, no Arco de Baúlhe.

José Andrade Silva Brandão casou com Teresa Guerra  (Vid. Guerras, I, 1.2.2.1.3. (b)  ), a 03-11-1769, no Arco de Baúlhe.

Teresa Guerra é filha de Josefa da Guerra e Almeida  e de Manuel Queirós Pereira os quais casaram a 03 / 06 / 1739 no Arco de Baúlhe.

Josefa da Guerra e Almeida é filha (natural) de David da Guerra e Almeida e de Senhorinha Ribeira (natural da freguesia do Arco de Baúlhe e solteira).

David da Guerra e Almeida vem referenciado Memórias Paroquiais de Cabeceiras de Basto, São Nicolau de Basto (ano de 1758) como administrador da capela de Nossa Senhora de Guadalupe sita no monte da Cumeeira" (Basto, s/d). David teve também a ocupação de boticário. Este facto vem documentado no assento de nascimento de Ana, que nasceu a  31 de novembro de 1702, no Arco de Baúlhe (livro de batismos de 1680 a 1704 do Arco de Baúlhe - Etombo).

 

David da Guerra e Almeida é filho do Padre António da Guerra e Almeida e de Maria Martins (solteira) e neto paterno de Domingos Sanches e de sua mulher Leonor Almeida (ambos naturais de Cabeceiras de Basto).

7.1. Teresa Maria Guerra, que segue.

7.2. Maria Joaquina – Batizada, a 21/03/1771, no Arco de Baúlhe.

Casou com Manuel Leite, no Arco de Baúlhe, a 10/07/1808. Manuel Leite é filho Manuel Leite e Maria Luísa e éneto paterno de Manuel Freitas e de Maria Martins, ambos de Refojos de Bastos e materno de Teresa Lourenço (solteira).

7.3. Lourenço - Batizado, a 08/10/1776, no Arco de Baúlhe.

7.4. Ana Joaquina - Batizada, a 05/01/1786, no Arco de Baúlhe.

 

 VIII - TERESA MARIA GUERRA QUEIRÓS (Vid. Carvalhos, III)

Teresa Maria Guerra Queirós baptizada, no Arco de Baúlhe, a 28/09/1773.

Teresa Maria Guerra Queirós é filha de TERESA GUERRA (natural da freguesia do Arco do Baulhe e casada com JOSÉ ANDRADE SILVA BRANDÃO – (pai de Teresa da Guerra) e neta pela parte materna de MANUEL QUEIRÓS e de JOSEFA GUERRA (ambos naturais da freguesia do Arco de Baulhe) os quais casaram a 03-06-1739 na freguesia do Arco de Baúlhe.

MANUEL QUEIRÓS (avô materno de Teresa Maria Guerra Queirós) é filho de Fernando Queirós e de CATARINA PEREIRA (ambos naturais da freguesia do Arco de Baúlhe e casaram a  05-03-1703 na referida freguesia).

Josefa Guerra (avó materna de Teresa Maria Guerra Queirós) é filha natural  de DAVID DA GUERRA E ALMEIDA e de SENHORINHA  (natural da freguesia do Arco de Baúlhe).

 

Teresa Maria Guerra Queirós casou, a 22-06-1795, no Arco de Baúlhe com José Ribeiro Carvalho.

José Ribeiro Carvalho é filho de FRANCISCO RIBEIRO (natural da freguesia de Vila Nune) e de MARIA  CARVALHA (natural da freguesia do Arco do Baulhe)

 

 (Ver, mais à frente, ramos de ascêndencia de José Ribeiro de Carvalho e de Maria Carvalha). 

 

 

Filhos:

8.1. José Pedro Ribeiro Carvalho - Batizado, a 23/07/1801, no Arco de Baúlhe.

Casou a 20-09-1822 em Vila Conde com Dona Maria Cândida Pereira Flores. Dona Maria Flores é filha de Domingos António Costa Carvalho - cirurgião[23] (Apêndice II) e de Dona Maria Eufrásia São Joséneta paterna de António Costa Flores e de Quitéria Maria[24] e materna de João Rodrigues Pereira.

José Pedro Ribeiro Carvalho foi Provedor de Vila do Conde[25] (Germil, 1832) e Tenente do Facho da Cachina á Borda Mar de Vila do Conde[26].

José Pedro Ribeiro Carvalho e Dona Maria Cândida Pereira Flores tiveram os seguintes filhos:

8.2. Josefa – Batizada, a 19/01/1799, no Arco de Baúlhe.

8.3. João - Batizado, a 21/11/1803, no Arco de Baúlhe.

8.4. Manuel - Batizado, a 18/06/1806, no Arco de Baúlhe.

8.5. Maria - Batizada, a 29/03/1809, no Arco de Baúlhe.

8.6. Domingos Ribeiro Carvalho, que segue [Vid. Brandão Borges (continuação)].

8.7. Joaquina - Batizada, a 2/05/1816, no Arco de Baúlhe.

8.8. Joaquim - Batizado, a 6/06/1834, no Arco de Baúlhe.

 

IX - DOMINGOS RIBEIRO CARVALHO

Domingos Ribeiro Carvalho baptizado, a 06/02/1797, no Arco de Baúlhe.

Domingos Ribeiro Carvalho casou, a 26-07-1826, em São Nicolau - Santarém, com Efigénia Elziária Bom Sucesso. Efigénia Elziária é filha de Manuel Braz (Morais?) e de Maria Antónia.

  • Manuel Ribeiro Carvalho, que segue.

 

 X - MANUEL RIBEIRO CARVALHO

Manuel Ribeiro Carvalho foi proprietário e artista. Baptizado em São Nicolau-Santarém a 13/02/1837.

Manuel Ribeiro Carvalho casou, a 18-07-1863, na Pena-Lisboa com Emília Jesus Carvalho (natural de Stª. Isabel-Lisboa). Emília Jesus Carvalho é filha de Manuel José Brito (natural de Gondois-Arcos Valdevez) e de Emília Jesus Brito[1] (natural de São Martinho-Sintra)

  

10.1. Júlio José Carvalho - Batizado, a 22/01/1871, na Pena – Lisboa e faleceu, a 10/11/1963, em Torres Vedras. Casou duas vezesA primeira em Stª Engrácia-Lisboa, no dia 24/12/1898, com Lucinda Amália Afonso Carvalho e foram padrinhos de casamento Alfredo Cesar de Menezes Vasconcelos, José Ribeiro Silva Carvalho e Dona Maria Amália Afonso d'Almada Oliveira, casada, professora. Lucinda era filha de José Maria Afonso e de Cândida Amélia Afonso. Neta paterna Lourenço Afonso e de Rita Lourenço Afonso.  A segunda vez em Maxial – Torres Vedras, no dia 15-01-1923, com Filomena Aniceto Carvalho. Filomena Aniceto era filha de Manuel Aniceto e de Ana Conceição (Proprietária). Foram padrinhos do 2º casamento: Augusto Aniceto, casado, proprietário; José Aniceto, casado, proprietário; Joaquim Aniceto, casado, moleiro; e José Martinho, casado, proprietário.

Júlio José Carvalho e Lucinda Amália Afonso Carvalho tiveram dois filhosArnaldo e Belmira que nasceram a 17/05/1900 e 16/05/1903 respectivamente. Foram padrinhos de Arnaldo Joaquim Plácido Neto e D. Maria Amália Afonso de Almeida Oliveira e os padrinhos de Belmira foram Lazaro Peres Conde Júnior e Dona Amália Afonso Almada Oliveira (Professora). Belmira faleceu a 27/11/1924.

 

10.2. Caetano José Carvalho , que segue.

 

  XI - CAETANO JOSÉ CARVALHO

Caetano José Carvalho batizado em São Nicolau – Santarém a 03/02/1880. Foram padrinhos de baptismo: D. José de Almeida e Noronha e Maria da Assunção Brito, filha da família. Caetano tinha de profissão Farmacêutico e era proprietário da Farmácia Lusitana do Campo Santana, situada no Largo do Mastro em Lisboa.

Caetano José Carvalho casou a 14-08-1908, em Stª. Engrácia-Lisboa, com Elisa Luísa Barbosa. No casamento legitima os filhos Alfredo e Abel e baptiza o filho Delfino. Foram padrinhos de casamento Alfredo Vaz, Artur Gasparinho e Dona Zélia Damas Beto.

Elisa Luísa Barbosa batizada a 14/12/1882 em São José-Lisboa. Era filha de Luís António Barbosa[2] e de Maria Piedade Duarte [3] e era neta paterna de José Joaquim Barbosa e de Quitéria Luísa Barbosa e neta materna de José Duarte e de Maria Joaquina.

11.1. Alfredo Vaz Carvalho – Batizado, a 21/08/1901, em Socorro-Lisboa e faleceu a 22/10/1965. Foi proprietário da Farmácia Lusitana do Campo Santana, Lisboa. Tinha como profissão farmacêutico. Casou a 29-04-1925, na 2ª conservatória de Lisboa, com Maria Carlota Teixeira[4] (natural de Azeitão-Setúbal). Maria Teixeira era filha de Ernesto José Ricardo e de Inês Conceição.

 

11.2. Abel – Batizado, a 17/07/1903, em Santa Engrácia-Lisboa.

11.3 Delfino Luís Carvalho, que segue.

 

XII - DELFINO LUÍS DE CARVALHO

Delfino Luís de Carvalho batizado, a 04/02/1908, em Santa Engrácia-Lisboa. Foram padrinhos de baptismo José de Oliveira, de Valdivinos e Joaquina, filha de Francisco José (avô materno).

Casou, a 20-02-1942 na 6ª conservatória de Lisboa, com Zulmira Silva Trovão Jesus Tremoceiro (Natural de Tremoceira, São Pedro-Porto Mós. Zulmira Tremoceiro era filha de Joaquim Coelho Tremoceiro e de Teresa Jesus Silva Trovão, ambos naturais da Tremoceira e neta paterna de António Coelho Tremoceiro[5] e de Maria Tanoeira Ascenso [6] e materna de Pedro Silva Trovão e de Felicidade Trovão.

 

 

 

 

 

ASCÊNDENCIA DE JOSÉ RIBEIRO DE CARVALHO

 

A - Ascêndencia do lado Paterno

 

Francisco Ribeiro (pai de José Ribeiro de Carvalho) – é filho de LUÍS RIBEIRO e de MARIANA TEIXEIRA DE MACEDO.

LUÍS  RIBEIROcasou a 15-11-1719 em Vila Nune com MARIANA TEIXEIRA MACEDO (natural da freguesia de Vila Nune - St.André).

Mariana Teixeira de Macedo é filha de ANTÓNIO LOUSADA. Este é natural da freguesia de Vila Nune e casou com ANA DE MACEDO a  21-10-1674 em Vila Nune.

Ana de Macedo é filha de ANTÓNIO MACEDO e de MARIA FERREIRA (ambos naturais da freguesia de Vila Nune – Lugar da Roçada).

 

Luís  Ribeiro (filho de FRANCISCO  GONÇALVES  e de DOMINGAS RIBEIRA ) é natural da freguesia de Vila Nunes, Santo André e casou com Domingas Ribeira a 15-11-1719 em Vila Nune.

Domingas Ribeira (mulher de francisco Gonçalves) é natural da freguesia de Vila Nune e filha de JOÃO RIBEIRO e de MARGARIDA JOÃO  e neta paterna de GONÇALO JOÃO e materna de JOÃO GONÇALVES (todos naturais de Vila Nune).

 

 B - Ascêndencia do lado materno

 

MARIA  CARVALHA (mãe  de José Ribeiro de Carvalho) – é filha de MARCOS CARVALHO (natural do Lugar da Pedra- freguesia de Cavez) e de VICÊNCIA COSTA ARAÚJO. Este casal casou a 17-09-1725 no Arco Baúlhe - 1ºcas.dela.

Maria Carvalha é neta pela paterna de PEDRO  (BORGES) CARVALHO e de MARIA JOÃO (ambos naturais do lugar da Pedra da freguesia de São João de Cavez) e neta pela parte materna de JOÃO BARROSO (natural da freguesia de Riodouro) e de CATARINA GONÇALVES (natural de Cavez). João Barroso e Catarina Gonçalves casaram a  30-01-1662 em Cavez.

 

JOÃO BARROSO (esposo de CATARINA GONÇALVES) é filho de DOMINGOS  PIRES e de MARIA FERNANDES.

CATARINA GONÇALVES (esposa de JOÃO BARROSO) é filha de DOMINGOS GONÇALVES e de SENHORINHA PIRES.

PEDRO BORGES DE CARVALHO e MARIA JOÃO casaram a 29-11-1696 em Cavez (2º casamento dele e 3ºcasamento dela).

 

 

 VICÊNCIA COSTA ARAÚJO (mulher de  MARCOS CARVALHO) é filha de JOÃO COSTA  e de MARGARIDA ARAÚJO (casados, a 12-09-1700, no Arco de Baúlhe) e neta pela parte paterna de JOÃO DINIS e de MARIA  COSTA (naturais do Arco de Baúlhe) e neta pela parte materna de JOÃO de ARAÚJO e de MARIA ARAÚJO (casados, a 19-04-1660, no Arco de Baúlhe). João de Araújo é filho de FILIPE ARAÚJO (natural da freguesia de Refojos) e de SENHORINHA CARVALHA (natural do Arco do Baulhe). este casal casou, a 26-02-1634, no Arco de Baúlhe.

 FILIPE ARAÚJO  é filho de JERÓNIMO VIEIRA e de SENHORINHA de ARAÚJO (todos naturais da freguesia de Refojos) e sua mulher SENHORINHA de ARAÚJO é filha de BARTOLOMEU CARVALHO e de CATARINA FERNANDES, ambos naturais da freguesia  do Arco de Baúlhe).

 

JERÓNIMO VIEIRA (filho de MIGUEL GONÇALVES e de MARIA VIEIRA) SENHORINHA de ARAÚJO ( filha de AMADOR DE ARAÚJO e de LÚZIA FERNANDES ???   ) casaram,  a 10-05-1606, na freguesia de Refojos.

 

 

Bibliografia

 

Basto, M. d. (s.d.). Memórias Paroquiais de Cabeceiras de Basto.

Obtido de http://cabeceirasdebasto.pt/bastos-s-nicolau

a 24/04/2017

 

 

Freitas, E. E., Fernandes, M., Andrade, N. M., & Castro, F. J. (s.d.). Carvalhos de Basto.

Maia, S. R. (11 de 2016). Os Vasconcelos de Vila do Conde – Arquivo Familiar”. Obtido de

https://sigarra.up.pt/flup/pt/pub_geral.show_file?pi_gdoc_id=879417

 

 

Documento on-line da Camara Municipal da Póvoa de Varzim onde constam a Vida e Obras, Percurso Escolar , Carreira Profissional (nomeadamente, na Biblioteca Pública do Porto e no  Museu Municipal do Porto), obra literária e científica).

Acedido a 28/07/2015 em

 http://ww.cm-pvarzim.pt/biblioteca/site_rocha_peixoto/biografia.html

 

Etombo. Registos paroquiais portugueses para genealogia.

Acedido a 28/07/2015 em

http://tombo.pt/

 

Basto, M. d. (s.d.). Memórias Paroquiais de Cabeceiras de Basto. Obtido de http://cabeceirasdebasto.pt/bastos-s-nicolau

 

Soveral, M. A. (s.d.). "Meirelles Barreto de Moraes das Casas do Pinheiro de Cête, Sermanha de Sedielos e Outeiro de Mouriz".

Acedido a 28/07/2017 em

http://www.soveral.info/mas/MeirelesBarreto.htm

 

Tavares, P. V. (s.d.). Actas do Congresso - Volume 7 - História Local II. População e Sociedade. Evolução de Comportamntos (Sec VVI a XX). 2ª Congresso Histórico de Guimarães.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Delfino Luís de Carvalho

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D